quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

Obrigado, Poetisa Eloína Vasconcelos!

Neste espaço democrática à cultura, em especia a Literatura de Cordel, passo aqui para agradecer a Poetisa Eloína Vasconcelos pelo presente a mim enviado e dedicado. Uma de suas obras literárias a qual tem o título de Rabiscando em Poesia.




terça-feira, 20 de junho de 2017

Homenagem ao Nascimento de Maria Victória. Minha Filha.



Dos poemas que escrevi
Por meio da inspiração,
Este é o meu preferido
Pois transmite a emoção
Mais forte e mais feliz
Que tive em meu coração.
*
A benção veio em Maio
De Dois Mil e Dezessete,
Cinco e Quatro da manhã
Descrever a mim compete.
Aquele lindo domingo
Da manhã do Dia Sete.
*
Foi quando Edinete e eu
Obtivemos uma glória,
A qual perpetuo em verso
Também em minha memória.
O nascimento da nossa
Filha Maria Victória.
  *
Ao ouvir o seu chorinho
Comecei me emocionar,
Meus nervos tremeram forte,
Minha voz a tremular.
Tamanha a felicidade
Deu vontade de chorar.
    *
Nasceu linda e radiante,
Como o sol no amanhecer,
Como a estrela cadente
No céu ao escurecer.
A luz que essa bela tem
Faz a lua se esconder.
  *
De olhos claros e meigos,
De rostinho angelical,
Tão frágil, porém não sabe
Todo seu potencial.
Quanto mais eu mimo ela
Vejo o quanto é especial.
   *
De face mimosa e meiga,
Seu jeitinho é tão singelo,
Ela toda é uma fofura,
Seu rostinho muito belo,
Agora também é musa
Dos poemas que eu pincelo.
  *
A sua mãe e você,
Donas do meu coração,
Quanto mais penso em vocês
Rimas me vem de montão.
As musas da minha vida
Que me dão inspiração.
   *
Maria Victória nossa
Filha linda, tão amada.
Quando a tenho em meus braços
Pra mim o mundo é nada.
Pois meu mundo é você
Minha filha adorada.
  *
Eu nunca volto atrás
Minha palavra é mantida,
E enquanto eu for vivo
Garanto filha querida
Que para lhe proteger
Lhe darei a minha vida.
  *
Eu darei tudo de mim
Seja o que preciso for,
E aquilo que eu não puder
Pedirei força ao Senhor
E saúde pra lhe dá
Tudo de bom meu amor.
    *
Filha, você é pra mim
A razão do meu viver,
Ganhou mais sentido à vida
A partir do seu nascer.
E hoje eu nada faço
Sem que eu lembre de você.
    *
Desde meus cordéis escritos
Aos poemas que declamo,
Me inspiro pensando em ti
Na mente seu nome chamo
Filha pra mim tu és tudo
Imensamente te amo.
   *
Vou agradecer a Deus
Por minha vida todinha
Pelas lindas joias que Ele
Concedeu em guarda minha.
Deu-me uma filha princesa
E como esposa uma rainha.

Autor: Roseno Oliveira
20 de Junho de 2017.

sábado, 22 de abril de 2017

MOTE: Hacker Morre Sem Saber a Senha do Nosso Amor.

Mote em sete sílabas
Autor poeta repentista Gonzaga Neto
Contato para shows culturais com a dupla chama no Watshap 87 9 9 9904 6713
Quem gostar compartilhe obrigado

Mote em dez sílabo

HACKER  MORRE SEM SABER
A SENHA DO NOSSO AMOR

Os  hackers clonam cartões
Através do chupa cabra
Prá que a página se abra
E mostre as informações
Dessas  senhas com razões
E Infectam  computador
Mas a senha com pudor
Do  amor nem um vai dizer
HACKER  MORRE SEM SABER
A  SENHA DO NOSSO AMOR.
*
 hackers fazem cada dia
Invasões quebram sigilos
E acessam bem tranquilos
Segredos até da CIA
Mas a tecnologia
Não ajuda ao    infrator
acessar caro  senhor
 nossa senha com prazer
HACKER  MORRE SEM SABER
A  SENHA DO NOSSO AMOR.
*
Hacker nem um já terá
Acesso a nosso programa
Da senha do ser  que ama
Pois somente Jeová
Colou no DNA
Prá nem hacker ou doutor
Ter acesso por favor
E nunca vai  entender
HACKER  MORRE SEM SABER
A  SENHA DO NOSSO AMOR.
*
A nossa senha secreta
Deus deixou bem arquivada
E na alma armazenada
E no coração completa
Hacker não clona ou deleta
Pois não é conhecedor
E  a senha do redentor
Somente ele acessa e ver
HACKER  MORRE SEM SABER
A  SENHA DO NOSSO AMOR.
 *
Os Hackers pintam sete
E Conseguem copiar
informações e armazenar
Do programa num disquete
Por ser sábios da internet
Mas  a senha minha flor
Desses  dados com primor
Do amor só Deus vai ter
HACKER  MORRE SEM SABER
A  SENHA DO NOSSO AMOR.
 *
Nem um hacker no planeta
nem quem tem PhD
 Saberá a senha por que
 É igual a caixa preta
E só Deus ver sem luneta
Os seus dígitos para por
Na genética com valor
Prá senha do amor viver
HACKER  MORRE SEM SABER

A  SENHA DO NOSSO AMOR.

terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Agradecimento ao Poeta Juarês Alencar Pereira









Quero aqui agradecer
A Juarês Alencar,
Grande amigo e poeta
Da cultura popular.
Na arte é um menestrel
Com seu kit de cordel
Veio me presentear.
*
#Projeto_Rimas_que_Ensinam
Brilhantemente criou,
Um kit com dez cordéis
Na educação implantou.
E em grande cerimônia
O Banco da Amazônia
De pronto patrocinou.
*
Amigo que o #Senhor
Seja sua #Estrela_Guia
Abençoe imensamente
Você e sua poesia.
Pra retribuir o agrado
Quero dizer obrigado
Abraço, “inté” outro dia.

Att.


Roseno Oliveira

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

CORDEL: #Convite

#CONVITE

Será no #dia_18
Neste mês de fevereiro
#3ª #Rede_de_Jovens
Pra você meu companheiro.
Não é dica, nem palpite
Mas um sincero convite
Puro, simples, verdadeiro.
*
Repasse este convite
Para mais amigos seus,
Que eu também vou por aqui
Repassando para os meus.
Convido, pois sei que podem
Aprender a #ser_um_jovem
#Segundo_o_coração_de_Deus.
*
Estou contando com você
Sua presença não dispenso
Receber todos vocês
Será um prazer imenso.
Se prepare desde agora
Às 7, será a hora
O lugar é São Lourenço.

Att.


Roseno Oliveira
Cordelista

02 de Fevereiro de 2017

terça-feira, 31 de janeiro de 2017

CORDEL: Dia da Consciência Negra. Por Alef Vasconcelos

Hoje quero aqui falar
Desse assunto presente
Todos nós aqui somos gente
Independendo do que há
Ser negro não é estar
Debaixo dos pés de branco
Digo a vocês e garanto
Eu acho uma linda cor
Forte pura como o amor
Que já derramou muito pranto.
*
Mas a final de conta
Que cor tem essa consciência
Se eu, ele, você, temos a mesma aparência
Somos humanos, somos gente
Somos iguais mesmo sendo diferente
Diga não ao preconceito.
Não deixe esse tal sujeito
Escravizar nossa mente.
*
Ser negro é ser forte
É gente de coragem
Que carrega na bagagem
Um passado sofredor.
Mais que não guarda rancor
Desse injusto sofrimento
Peço a vocês nesse momento
Bote na frente o respeito
Pra derrubar o preconceito
Desse injusto julgamento.
*
Pra sermos gente de verdade
Precisamos amor e querer bem
Repartir nosso pão pela metade
Dividir nosso sonho com alguém.
Plantar uma semente de amizade
No jardim onde nasce solidão.
E dizer no ouvido de um cidadão
Plante um pé de amizade em sua horta
Que a amizade é a chave que abre a porta

Do castelo onde mora o coração.

FIM!

Autor:

Alef Vasconcelos

Lisieux, Santa Quitéria - Ceará

quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

CORDEL: Ditados Populares

Á certas frases na vida
Que às vezes sem perceber
Caem na boca do povo
E começam então crescer
Ficam sendo refletidas
Acaba que em nossas vidas
Ganham um grande poder.
*
São os Ditos Populares
Que agora transformo em arte,
E dos ditos mais famosos
Vou fazer um estandarte.
O leitor conte comigo
Porém amigo, amigo,
E negócio fora a parte.
 *
Dá o gato que é de casa
É melhor que dá ao rato,
Fique com um olho peixe
E deixe o outro no gato.
Deus tem muito mais pra dar
Do que o diabo pra tirar
Isso eu considero fato.
  *
O seguro morre de velho
Isso já tá confirmado,
O cabra que é preguiçoso
Sempre trabalha dobrado.
Não adianta estrebuchar
E nem tão pouco chorar
Pelo leite derramado.
  *
Apressado come cru
Isso eu sei direitinho
Também sei que águas passadas
Jamais moverá moinho.
Quem quer se livrar de fardo
Não fica mal acompanhado
Prefere ficar sozinho.
    *
Esperança nunca morre
Pra tudo é essencial,
Se um não quer, dois não brigam.
Isso é um bom sinal.
Os últimos serão os primeiros
E em casa de ferreiro
Todo espeto e de pau.
   *
Quem bate, sempre esquece,
Porém quem apanha, não.
Deus ajuda quem madruga
Pra ganhar o seu tostão.
Briga de marido e mulher
Não se mete a colher
Pra não causar mais questão.
 *
Sei que de boa intenção
O inferno está lotado.
O pau que já nasce torto
Não será desentortado.
Filho criado e crescido
Ainda nos dá moído
Outro trabalho dobrado.
 *
O pior cego é aquele
Que de veras não quer ver.
Quem ri por último, ri melhor,
Assim como deve ser.
Lamentar na incerteza
Pela morte da bezerra
Não há mais o que fazer.
      *
À noite, os gatos são pardos,
Não sei quem disse essa joça!
Se ferradura desse sorte,
Burro não puxava carroça.
Todo plantar sei que é duro
Mais verde colher maduro
Com essa não há quem possa.
        *
Só manda aquele que pode
Obedece quem tem juízo.
Após batalha, os valentes,
Vem quando não é preciso.
Em terra de cego eu sei
Quem é caolho é rei
E não deixa nada indeciso.
     *
Existe o dia da caça
E o dia do caçador,
Que não quer ser lobo tire
Sua pele do cobertor.
Água mole em pedra dura
Tanto bate até que fura
Perseverar sim, senhor.
      *
Este foi só um resumo
Do que o nosso povão dita.
Os ditados que conheço
Deixei aqui nessa escrita.
Mais não vá se contentar
Procure mais pesquisar
Que a lista é infinita.

    Fim!

19 de Janeiro de 2017

   Autor:
Roseno Oliveira
Cordelista

sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

ROSENO OLIVEIRA: Foi-se Teori Zavascki



Foi-se Teori Zavascki
Na tragédia do avião
E enquanto o Brasil chora
A perda de um cidadão.
Os cabras da Lava Jato
Como num ninho de rato
Devem está em reunião.

VÍDEO: Nando Neto Interpreta Poema do Poeta Gonzaga Neto em toada

Roseno Oliveira: Declaração de amor á sua espoa Edinete Dias

A cada dia que passa
Não sei como descrever
O que meu coração sente
Por estar junta a você.
Meu amor por te crescendo
E nós provando que crendo
Nada pode nos vencer.
*
E tudo que acontecer
Temos uma garantia,
O Senhor onipotente
Nos protege noite  e dia.
O seu poder é extremo
Com Ele eu nada temo
É nossa estrela guia.
*
Pois uma grande alegria
O Senhor nos concedeu
E cada dia que passa
Amo o que Ele nos deu.
Com muito afeto e carinho
Doido pra ver o rostinho
Que está no ventre seu.
*
Este é o apogeu
De amor o qual vivemos
Muita coisa ainda à frente
Juntos nós construiremos.
Da parte que me compete
Cuidarei de #Edinete
E feliz sempre seremos.
*
Os males enfrentaremos
Seja qual for o pelejo,
A nossa felicidade
É somente o que almejo.
Venceremos a fadiga
E pros que causam intriga
Mandamos colar de beijo.
*
Vai doer num só latejo
O ego dos recalcados,
E quem nos desejou mal
Pagará por seus pecados.
E uma coisa é verdade
Nós temos felicidade
Por sermos abençoados.

Autor:
Roseno Oliveira
Cordelista
20 de Janeiro de 2017

quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

TOADA: Toada de Vaquejada. Autoria do Poeta Gonzaga Neto



Solta o boi desce jiqui
E bota pinga no balcão
E prepara minha cela
E meu cavalo campeão
E chama meu bate esteira
Que hoje sobe a poeira
Na festa de apartação.
*
Arreia cerveja e alcatrão
Redbull, Wisk e cana,
Prepare logo os cavalos
Chame a galera bacana
E vamos pegar a estrada
Curtindo aboio e toada
Chegou o fim de semana.
*
Toada e gata bacana
E vaqueiro no repuxo
Jogando boi entre a faixa
E tome pinga no bucho.
E reboque e paredões
São essas as emoções
Wisk e carrão de luxo.
*
Vaquejada hoje é luxo
Do momento a sensação
Tem batida de martelo
Na bela exposição
Musas e carros de luxo
E peões que dão repuxo
Em bois pra ser campeões.


Estrofes sobre vaquejada.
Autoria do Poeta Repentista Gonzaga Neto.
Contato para sua dupla: (87) 9 8807-6800